LIVRAI-NOS DO MAL

Blog webekm.com the ekm.

Download from BIGTheme.net free full premium templates

Na Carta aos Efésios (6, 11-12), o Apóstolo Paulo nos exorta que não é contra “a carne e o sangue”,  mas contra “as forças do mal espalhadas nos ares”, nos sugere que tomemos a “armadura de Deus” para enfrentar tais forças que atentam contra a nossa felicidade e recomenda o “cinturão da verdade”, a “couraça da justiça”, “calçados do Evangelho”,  o “escuto da fé”, o “capacete da salvação” e a “espada do espírito” (que é a palavra de Deus).

Na sua versão do Pai-Nosso, Mateus usa a expressão grega του πονηρού (tou ponêrou) que propõe a expressão  “maligno” não como adjetivo mas como substantivo, como vemos na “Bíblia de Jerusalém”. Em outras traduções encontramos o termo “tentador”.

Jesus menciona muitas vezes o maligno nos evangelhos. Ele é citado 59 vezes em toda a Bíblia. Mas, o secularismo e o materialismo atuais sugerem que ele seja uma metáfora, uma alegoria. Sugestões que, aliás, muito agradam ao próprio sujeito em questão. Falar no diabo nos dias de hoje parece ser uma coisa “démodé” , um obscurantismo incompatível com a cultura dos nossos tempos. Entre os ensinamentos de Cristo e do modernismo, fico com as lições do Divino Mestre. Aliás, na Oração Sacerdotal Jesus pede ao Pai: "não te peço que os tires do mundo, mas que os guardes do maligno" (Jo 17, 15). 

Explicado o sentido, importa nos preservar do mal e do maligno conforme o sétimo pedido do Pai-Nosso.  Deus livra-nos do mal a partir da Sua Graça, de Sua ação sobrenatural em nossa vida, mas se serve sobretudo da nossa natureza, da nossa capacidade de amar e desejar o bem. Isso nos fortalece e nos ajuda a resistir ao mal, que é o nosso papel: "sede sóbrios e vigiai. Vosso adversário, o demônio anda ao redor de vós como um leão que ruge, buscando a quem devorar. Resisti-lhe firmes na fé" (1Pd 5, 8-9b) aconselha o Apóstolo Pedro e "resisti ao demônio, e ele fugirá de vós" recomenda o Apóstolo Tiago (Tg 4, 7b). 

Essas forças espirituais espalhadas nos ares nada podem contra nós se nosso coração estiver cheio da força mais extraordinária que a existência humana pode proporcionar: o amor.