Blog Details

sec title

Estado mais seguro, Porto Alegre não

mar 15 Artigos 0 Comment

Os resultados alcançados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado e apresentados nesta semana demonstram um dado curioso. O estado, de um modo geral, está mais seguro. Mas a sensação de segurança em Porto Alegre não aumentou. Pelo contrário, reduziu. E não foi só em Porto Alegre.

Ainda que nossa capital tenha reduzido sua participação em outros crimes, isso não altera o fato de que a nossa população vive um clima constante de insegurança. Em grande parte, isso se deve pelo motivo de que os criminosos buscam as regiões mais ricas e, estas, portanto, precisam de mais policiamento e segurança que as outras. O interior por ser menos impessoal e as pessoas se conhecerem mais, inibe a ação de assaltantes que não querem ser reconhecidos.

Gravataí e Pelotas são duas cidades onde houve um exponencial aumento do número de homicídios, 46% e 60% respectivamente. O caso de Gravataí é mais grave porque também houve aumento de 40% nos casos de latrocínios.

Dentre as causas apresentadas, está a transferência de lideranças para presídios federais, de modo que elas não pudessem mais articular ações. Isso e o combate à lavagem de dinheiro para dificultar que os criminosos pudessem ter acesso à armamentos.

Os crimes sempre serão mais recorrentes onde há mais riqueza e menor segurança. Não à toa que a região metropolitana sempre foi destaque nos índices de criminalidade. Contudo, é importante reconhecer o mérito de nosso governador e sua equipe de trabalho. São os melhores números desde 2012 para a Segurança Pública.

Ou seja, são os melhores números desde que o PT deixou a gestão com todos os problemas que causou para serem resolvidos por um governador recém empossado que levaria a culpa por todas as falhas de seu antecessor.

Add Comment